Carregando, aguarde...

Central de atendimento: 11 3056-9955 / Endereço: R. Bento de Andrade, 379 - Jardim Paulista - São Paulo - SP - 04503-011
Doenças

DMRI – Degeneração Macular Relacionada à Idade

O que é?

A DMRI atinge a mácula — responsável pela visão central e pela quase totalidade das informações que transitam pelo cérebro. A degeneração compromete a definição de formas, cores e rostos, aparecendo com mais frequência em pacientes a partir de 55 anos.

A DMRI é uma das doenças que mais cega no mundo, já que invalida a visão central.

Sintomas

Nos primeiros estágios, o indivíduo perde o contraste. A sensação é de que a luz está fraca, dificultando leitura e escrita.

Nas fases mais avançadas, os objetos ficam embaçados e com tom amarelado. As superfícies retas ficam desfiguradas. Aos poucos, uma mancha preta pode surgir, impedindo a visão central.

Tratamento

Existe um teste que pode ser aplicado pelo próprio paciente. Trata-se de uma tela quadriculada chamada “Tela de Amsler”. Caso a pessoa enxergue as linhas da tabela de forma distorcida, deve procurar um oftalmologista, imediatamente, para efetuar o diagnóstico.

Para confirmar o problema, também pode ser utilizada a OCT (Tomografia de Coerência Óptica), que analisa as camadas da retina, mapeando a existência de sangramentos e anomalias nos vasos sanguíneos.

O tratamento não possibilita restaurar a visão, mas controla a evolução da patologia. A DMRI ataca somente a visão central, não interferindo na periférica.

Dica da Molinari

Ainda não há nenhuma forma de evitar a DMRI, mas a probabilidade de desenvolver a doença pode ser reduzida por meio de um estilo de vida saudável, com exercícios físicos e alimentação adequada.