Carregando, aguarde...

Central de atendimento: 11 3056-9955 / Endereço: R. Bento de Andrade, 379 - Jardim Paulista - São Paulo - SP - 04503-011
Dicas de saúde ocular

Conjuntivite viral por SARS-COV-2

17 de junho de 2020

A conjuntivite aguda e sem remissão pode ser o único sintoma de infecção por Covid-19 em alguns casos, de acordo com relatos de casos de cinco pacientes na Itália.

Publicações prévias evidenciavam que "a conjuntivite por si só não é um achado muito comum entre indivíduos positivos, mas quando ocorre, geralmente se apresenta ou antecipa outros sintomas, como febre, mal-estar geral, tosse", disse o médico Edoardo Trovato Battagliola, médico residente em oftalmologia na Universidade de Bolonha, na Itália e co-autor dos relatos de casos publicados no IDCases.

Mas cinco pacientes da Itália parecem contrariar esse estudo. Os casos foram reportados na publicação IDCases por Battagliola e seu colega e co-autor Dr. Sergio Zaccaria Scalinci.

"A peculiaridade de nossos cinco pacientes foi que a conjuntivite permaneceu o único sintoma e sinal de infecção durante toda a doença", disse Battagliola por e-mail a agência Reuters Health. Os cinco infectados apresentaram conjuntivite aguda e sintomas como hiperemia conjuntival, lacrimejamento, secreção e hipersensibilidade a luz reportados após vários dias sem melhora dos sintomas.
"Nossos pacientes quase não apresentavam sintomas", complementando ainda que indivíduos que apresentam alguns ou nenhum "Podem representar uma ameaça maior para outras pessoas, pois estão compreensivelmente menos conscientes de sua condição e ainda podem transmitir o vírus a outras pessoas".

Ressalta ainda que os recursos de teste permanecem limitados, e pode não ser aconselhável testar todos os pacientes que têm um perfil semelhante aos casos relatados na Itália até que novas pesquisas estabeleçam mais claramente a conexão entre conjuntivite e a Covid-19, concluem os autores do estudo.

 

Os resultados ressaltam que mais pesquisas são urgentemente necessárias e destacam a importância da proteção ocular para os profissionais de saúde, eles aconselham.

"Não sabemos em que porcentagem de pacientes, a conjuntivite será o único sintoma inicial do SARS-COV-2", disse o Dr. Saeed Shoar, cientista de pesquisa clínica da ScientificWriting Corporation, em Houston, Texas, que não está envolvido no estudo e complementa, "mas, como (esses relatos de caso) revelaram, pode começar dias antes do início dos sintomas típicos da COVID-19”.

Os médicos confirmaram o diagnóstico de conjuntivite aguda viral e aconselharam o tratamento dos sintomas.

Os pacientes foram orientados a fazer quarentena até que os sintomas passassem e eles foram acompanhados por telemedicina. Durante o período de recuperação continuaram sem relatar outros sintomas da Covid-19.

No esforço para combater a disseminação do SARS-CoV-2, os autores querem enfatizar a possibilidade de ocorrerem apresentações clínicas atípicas da Covid-19 e que, portanto, deve ser mantido um alto nível de suspeita para os pacientes com diagnóstico de conjuntivite atrelado ou não a sintomas gerais durante o período da Pandemia.

 

Por este motivo, o Grupo H.Olhos alerta todos os seus pacientes e leitores do nosso blog, para que, caso sintam algum sintoma de conjuntivite, procurem o oftalmologista para diagnóstico e tratamento.

Pronto - Socorro do Grupo H. Olhos  

📍 H.Olhos Paulista - Rua Abílio Soares, 218 – Paraíso / 24h (diariamente)​
📍 H.Olhos ABC - Avenida Lucas Nogueira Garcez, 169 - SBC.  2ª à SAB – 07h às 18h \ Domingo – 09h às 15h

Informações sobre pronto-socorro, consultas e exames entre em contato com a nossa Central de Relacionamento 11 4126-6634.



Fonte: https://bit.ly/2WSzYC8 IDCases, online em 24 de abril de 2020.

 

https://universovisual.com.br/secaodesktop/noticias/601/conjuntivite-pode-ser-o-unico-sintoma-de-covid-19-em-alguns-pacientes?utm_campaign=conjuntivite_pode_ser_o_unico_sintoma_de_covid-19_em_alguns_pacientes&utm_medium=email&utm_source=RD+Station

 

http://www.medscape.com/viewarticle/930600